O que é turbinectomia ou turbinoplastia?

Essa cirurgia é muito comum para pacientes com casos de rinite, rinossinusite ou inflamação nasal persistente, que acabam causando o aumento dos cornetos nasais. Essa cirurgia serve para reduzir o tamanho das conchas nasais.


Pacientes que sofrem de apneia do sono e ronco também têm na turbinectomia uma saída que irá auxiliar e restabelecer a respiração, além de trazer a tranquilidade para uma boa noite de sono, sendo por vezes associada a cirurgia de garganta (uvulopalatofaringoplastia).


Quer saber mais sobre turbinectomia ou turbinoplastia? Continue lendo este post.

Como é feita a turbinectomia?

A cirurgia de redução dos cornetos ou conchas nasais, como também são chamadas essas estruturas, geralmente é associada à septoplastia, procedimento cirúrgico corretivo feito para endireitar um desvio de septo nasal.


As conchas nasais são um conjunto de três estruturas laminares emparelhadas, são compostas de tecido ósseo circundado por mucosa intensamente vascularizada, que se inserem na parede lateral de cada cavidade nasal. São elas: concha inferior, concha média e concha superior.


As conchas que são mais abordadas na cirurgia de obstrução nasal são a inferior e a média. Mas raramente, numa sinusectomia pode ser necessária a ressecção de concha superior, principalmente durante a abordagem do seio esfenoidal.


Num paciente com rinite e rinossinusite, normalmente os cornetos nasais ficam aumentados de tamanho devido ao processo inflamatório, que ocasiona na hipertrofia dos cornetos, ou por variações anatômicas, onde a concha média é bolhosa ou aerada, sendo necessário a redução com cirurgia.


A turbinoplastia é, então, indicada para ajudar a aliviar a congestão nasal crônica, geralmente é realizada em conjunto com outras cirurgias, como a rinoplastia ou a septoplastia.


Dessa forma, o paciente pode ter uma qualidade de vida muito maior, relacionada à qualidade do sono, respiração e muito mais.


Essa cirurgia é classificada como um procedimento simples, que não oferece risco para o paciente. Ela pode ser realizada tanto com anestesia local quanto a geral.


O procedimento leva cerca de 30 minutos, um tempo bem curto, que será o suficiente para realizar a turbinectomia, que pode ser total ou parcial, onde toda a estrutura ou apenas parte dela é retirada.


Recuperação


A recuperação pode ser um processo demorado, já que a turbinectomia é um processo invasivo, o que causa uma demora na cicatrização do tecido.


Durante esse período de recuperação é normal que se formem crostas que devem ser retiradas apenas pelo médico, assim como é normal que ocorram sangramentos nasais.


Após o efeito da anestesia passar, o paciente é liberado e pode ir para casa, no entanto, é indicado que ele fique de repouso pelas próximas 48 horas, no mínimo. Como é um procedimento simples, não há muitas recomendações para o pós-operatório.


Para que o processo de recuperação corra bem, é ideal manter as vias respiratórias sempre limpas, siga as indicações do seu médico para saber qual a melhor forma de limpar, isso irá fazer você se curar mais rápido.


Quanto custa o processo?


Apesar de ser um procedimento simples, essa cirurgia não é nada barata, afinal, é preciso uma equipe médica, enfermeiros, anestesistas e equipamentos para realizar o procedimento de forma segura e bem feito.


Por isso, a turbinectomia pode custar em média R$8.000,00, um valor bem alto. Por isso, as pessoas preferem se associar com outra cirurgia nasal, já que os embargos associados às equipes são pagos de uma vez só, saindo mais em conta.


No entanto, a cirurgia é feita pensando no bem estar e na qualidade de vida, que irá aumentar muito depois de um procedimento como este, por isso, vale a pena pensar em optar por um procedimento como esse.


Porém, é possível conseguir fazer essa cirurgia pelo SUS (Sistema Único de Saúde), mesmo sendo uma cirurgia para fins estéticos e qualidade de vida, é possível conseguir realizar o procedimento de forma gratuita.


Isso possibilita que muitas pessoas menos afortunadas também possam conseguir realizar a turbinoplastia, mesmo que a fila de espera leve um tempo e haja algumas burocracias, o sistema público de saúde é incrível.


Em nenhum país do mundo é possível fazer esse tipo de procedimento de forma gratuita e com uma equipe de médicos dedicados e muito profissionais.


Assim, você pode realizar uma cirurgia dessas, mesmo que não possua muito dinheiro, ou que opte pela maneira gratuita de realizar o procedimento.


Essa cirurgia simples pode melhorar muito a sua qualidade de vida, além de possibilitar um sono melhor e mais profundo, já que a hipertrofia das conchas nasais acaba dificultando a respiração da pessoa.


Por isso, é preciso procurar um otorrinolaringologista, ele irá avaliar o caso e dizer qual a melhor forma de conseguir viver bem, deixando para trás as congestões crônicas, apneias do sono, ronco e dificuldades para respirar.


Assim, você pode optar por fazer uma turbinoplastia, que irá resolver seu problema de uma vez por todas.


Quer saber mais? Acesse o site do Otorrino em Balneário Camboriú - Cóclea Clínica.



O que é turbinectomia ou turbinoplastia?


105 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo